O secretário de Administração acredita que para sair honrada Dilma deve renunciar

O secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, durante entrevista no programa Capital Meio Dia. (Foto: Paulo Francis)
O secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, durante entrevista no programa Capital Meio Dia. (Foto: Paulo Francis)

O Governo do Estado lança hoje (17), às 17 horas, o Fácil – Central de Atendimento ao Cidadão, no Shopping Bosque dos Ipês. O espaço, que funcionará de segunda a sexta-feira, vai oferecer serviços diversos do Governo de MS com comodidade, agilidade e segurança com horário de atendimento das 10 às 20h, podendo se estender até as 22h.

Localizado na região norte, considerada uma das regiões com maior potencial de crescimento em Campo Grande, a nova unidade vai beneficiar cerca de 180 mil moradores de bairros como Nova Bahia, Novos Estados, Nova Lima, Jardim Colúmbia, Vida Nova, Tarsila do Amaral, Oscar Salazar, José Tavares do Couto, Residencial Silvestre, Estrela Dalva, Jardim Montevidéu, que antes precisavam ir a casas lotéricas ou se deslocar ao centro da cidade e à Central de Atendimento da Coronel Antonino para resolver pendências ou pagamentos de contas.

Além dos serviços do Detran, Instituto de Identificação, Energisa, TRE-MS, Agenfa e Agehab já disponíveis em outras unidades, o Governo passará a oferecer os serviços da Funtrab, Bombeiros e do Procon.

O secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, destacou durante entrevista ao Página Brazil, na tarde desta quinta-feira, que a expectativa é atender de 2,5 mil a 3 mil pessoas por dia, considerando que 17 mil pessoas passam diariamente pelo Shopping, a maioria das classe C e D, segundo dados internos da administração do empreendimento.

“Essa é mais uma entrega do governador Reinaldo Azambuja que na campanha dizia que levaria os serviços do governo para mais próximo do cidadão. São vários serviços em um único local, que é uma tendencia desse governo, facilitar para a população de modo que desloquem até um local e possa ter diversos serviços que ele necessite”, alega.

Carlos Alberto aproveitou a oportunidade para comentar a sua opinião em relação a situação politica em que o país vive atualmente. O secretario destacou que foi um dos militantes contra a ditadura militar, é a favor da democracia, visto que o Brasil tem uma presidente legitimamente eleita pelo povo, porem afirma que a Dilma mentiu e não cumpriu suas promessas de campanha, o que causou um grande desgaste politico.

“Hoje nós tivemos acesso a varias informações do meandro do poder e o povo não suporta mais isso, o povo quer uma politica clara, justa e transparente. O país está parado, o comércio, industria, nós trabalhadores estamos sentindo as dificuldades, precisamos passar o pais a limpo, retomar o crescimento e desenvolvimento”, diz.

O secretário pede aos dirigentes do país, a presidente Dilma Rousseff, o Ministro Lula e o Congresso Nacional que devolvessem a ordem para o povo, e que a melhor saída é a presidente renunciar seu cargo.

“Acredito que a manobra realizada no dia de ontem foi prejudicial a presidente Dilma e ao PT, porque acusaram o golpe e na minha opinião confessaram que tem problema. E hoje eu penso que o melhor seria a presidente Dilma entregar o cargo e sair por cima, pois só com essa decisão ela sairia honrada”, finaliza.

Paulo Francis

Comentários

comentários