Número de mortes causadas pela gripe A sobe para 5 em MS

A SES (Secretaria Estadual de Saúde) confirmou cinco mortes pelo vírus Influenza H1N1 – gripe A ou gripe suína – em Mato Grosso do Sul em 2016. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (27), quando foram atualizados os dados epidemiológicos. Os dois últimos casos confirmados foram registrados em Campo Grande.

27gripeaUm bebê de 11 meses e um homem de 51 anos morreram por H1N1 no Hospital Universitário de Campo Grande nos dias 22 e 17 de abril, respectivamente. De acordo com a assessoria da SES, o homem era obeso e hipertenso.

O boletim ainda mostra que 22 casos de H1N1 foram confirmados em: Aparecida do Taboado (1), Campo Grande (7), Corumbá (1), Dourados (5), Nova Andradina (1), Paranaíba (1), São Gabriel do Oeste (2), Sidrolândia (1) e Sonora (3). Ao todo foram notificados 190 casos suspeitos.

No próximo sábado (30) será realizado o dia D da campanha de vacinação contra influenza em todos os municípios sul-mato-grossenses. O estado vai receber 720 mil doses da vacina, mas a meta é imunizar 680 mil pessoas.

A prioridade é imunizar gestantes, idosos a partir dos 60 anos, crianças de seis meses a 5 anos, mulheres com até 45 dias após o parto, trabalhadores em saúde, indígenas, doentes crônicos e detentos.

Comentários

comentários