Nove flanelinhas são presos por molestar acadêmicos e fiéis

Nove flanelinhas foram detidos durante a noite desta quarta-feira (10) após ameaçar fieis da Igreja Nossa Senhora Perpétuo Socorro e estudantes da Faculdade Facsul que estacionaram os veículos na região.

11flanela
Flanelinhas atuavam sem registro profissional, o que configura exercício ilegal da profissão de cuidador de carros.

De acordo com a polícia, Luiz Antonio Moraes da Silva, de 42 anos, Francisco de Morais Leão, de 44, Júlio Cesar Amariz Ribeiro, 35, Luzia de Souza Anastácio, 44, Edson Vitor da Silva, 40, Claudemir Duveza, 34, Aurélio Assis Ferreira, 49, Wilker Sander Rodrigues Souza, 22, e Ailton Ferreira Batista, 29, atuavam sem registro profissional, o que configura exercício ilegal da profissão de cuidador de carros.

A PM constatou ainda que as pessoas detidas também são acusadas de constranger as pessoas que frequentam a Igreja Católica e os acadêmicos da Facsul. Além de molestá-las, eles perturbam a tranquilidade das vítimas.

Todos os flanelinhas foram encaminhados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro.

Comentários

comentários