No ‘jogo bonito’, Santos é líder disparado do Campeonato Brasileiro

O ataque, por exemplo, é o melhor do Campeonato. São 32 gols marcados em 19 jogos, com média de 1,9 por partida

O Santos enfrenta um Campeonato Brasileiro cheio de desfalques. Foi assim durante a disputa da Copa América Centenário, quando Lucas Lima e Gabriel estiveram com a Seleção, e a história se repete durante a Olimpíada, novamente sem o jovem atacante e ainda com as ausências de Zeca e Thiago Maia.

Santos lidera o Brasileiro em várias estatísticas (Foto: Gazeta Press)
Santos lidera o Brasileiro em várias estatísticas (Foto: Gazeta Press)

Mesmo assim, a campanha do clube paulista no Brasileiro não decepciona. Vice-líder da competição – um ponto atrás do líder Corinthians -, o grupo comandado por Dorival Júnior chama atenção por seu ‘jogo bonito’.

O ataque santista, por exemplo, é o melhor do Campeonato. São 32 gols marcados em 19 jogos, média de 1,9 por partida.

Um dos fatores para o bom aproveitamento ofensivo é a postura do time em campo. O Santos é a equipe que melhor passa a bola, com 91% de eficiência nos 441 passes por jogo, estatística que também lidera no comparativo com os outros 19 times da Série A.

Além disso, o clube tem a melhor posse de bola do Brasileiro, o que menos faz faltas (11.5 por jogo, o Inter lidera com 18.1) e o que menos recorre aos cruzamentos para incomodar os adversários (16.3 contra 28 do Cruzeiro, primeiro no comparativo).

Além dos bons números nos quesitos mais ‘táticos’, a campanha do Santos também impressiona nas individualidades. Com jovens talentos, como do próprio Gabigol ou do colombiano Jonathan Copete, os santistas têm a sexta maior quantidade de dribles (com 4.8 por duelo).

Ainda sem os jogadores que servem o Brasil nos Jogos Olímpicos, o Santos voltará a campo pelo Brasileiro na próxima quarta-feira, quando joga contra o Flamengo em Cuiabá, na Arena Pantanal.

Mesmo sem saber se terá Gabigol novamente, Dorival Júnior mostra que pode brigar pelo título nacional com o famoso futebol moderno. (ESPN)

Comentários

comentários