Nível do rio Aquidauana baixa, mas situação ainda é crítica

Após atingir a maior medida desta enchente, o nível do Aquidauana baixou 15 centímetros e marcou 9,14 metros ao amanhecer desta sexta-feira (15), conforme a régua de medição da Ponte Velha.

Na Rua Teodoro Rondon, acesso à Ponte Nova, orientação é para que o tráfego seja de veículos grandes (Foto: Rhobson T. Lima / O Pantaneiro)
Na Rua Teodoro Rondon, acesso à Ponte Nova, orientação é para que o tráfego seja de veículos grandes (Foto: Rhobson T. Lima / O Pantaneiro)

A situação segue bastante crítica, com diversos pontos de alagamento e áreas interditadas nos municípios vizinhos de Aquidauana e Anastácio, cidades a 122 km de Campo Grande.

Segundo o site O Pantaneiro, representantes da Defesa Civil das duas cidades, das Gerências de Obras, Governo e Relações Públicas estiveram reunidos com o comandante do 9º BE Cmb (Batalhão de Engenharia de Combate), coronel José Diderot Fonseca Júnior, para discutir ações referentes ao período de enchente.

Uma das medidas do Exército foi aumentar a capacidade de carga da Ponte Velha, com reforçador de solo, para que os veículos possam passar em segurança. No local, o trânsito de veículos pequenos e motos acontece sem restrições de horário.

Já na Ponte Nova, a orientação é para que o tráfego tenha como preferência os veículos de grande porte. Diversos carros pequenos tiveram problemas mecânicos ao passar pela Rua Teodoro Rondon, no acesso à Ponte Nova, que é uma das vias mais alagadas.

Ribeirinhos

A situação dos moradores ribeirinhos é monitorada pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros, com o apoio da Prefeitura de Aquidauana (através das Gerências de Obras e Serviços Urbanos, Assistência Social e Economia Solidária, Saúde e Saneamento e Educação) e do 9º BE Cmb.

No momento, são oito famílias alojadas na Escola Municipal Rotary Clube e 21 famílias que foram encaminhadas para a Escola Estadual Cândido Mariano, ambas no Guanandy. O ESF (Estratégia Saúde da Família) do bairro conta com um médico de sobreaviso, para uma eventual emergência. É importante destacar que muitos moradores preferem ficar nas casas de seus parentes.

A orientação é para que os ribeirinhos, caso necessário, entrem em contato imediato com o Corpo de Bombeiros (193).

Chuvas

Os municípios de Aquidauana e Anastácio registraram chuva ao amanhecer, sendo que a instabilidade deve continuar ao longo desta sexta-feira, segundo o boletim meteorológico do Cptec/Inpe (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Comentários

comentários