Nível de rio Aquidauana sobe e desabrigados aumentam

A preocupação da população ribeirinha de Aquidauana e Anastácio e a Defesa Civil dos municípios têm aumentado nos últimos dias com o nível da água do Rio Aquidauana que não para de subir.

Áreas da cidade estão alagadas - Foto: Wilson de Carvalho
Áreas da cidade estão alagadas – Foto: Wilson de Carvalho

Segundo o site O Pantaneiro, neste domingo, 10, a equipe Defesa Civil de Aquidauana voltou a conferir a marca que mede a altura das águas e ao meio-dia, o registro era de aproximadamente 7,80 metros. O rio tem o nível normal de 2,99 metros

Apesar do nível alto e de muitas famílias já terem as suas casas invadidas pela água, apenas uma família foi removida pela Defesa Civil . “Todos têm muita esperança de que o Rio pare de subir. Por isso aguardam até o limite possível para saírem de suas residências”, afirmou o secretário da Defesa Civil Mário Raváglia.

A previsão para o tempo nos próximos dias, porém, não é nada animadora. Assim como neste domingo, que não parou de chover, ainda vem muita chuva pela frente. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Científicas (INPE), deverá chover até o próximo sábado, 16.

Outra cidade que também é cortada pelo Rio Aquidauana é Dois Irmãos do Buriti, distante 84 quilômetros da Capital. O coordenador da Defesa Civil da cidade, Ronaldo Angelo afirma que a última medição feita na tarde de ontem indicava nível de 5,34 metros.

Nenhuma casa foi alagada e o que preocupa a administração da cidade é que a chuva não para, desde ontem. “Estamos em alerta máximo”, afirma Ronaldo.

Comentários

comentários