Neymar, Messi e CR7 repetem 2015 e concorrem a melhor do mundo

Gazeta Esportiva.com

Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo competem pelo prêmio de melhor jogador do mundo (Foto: Olivier Morin/AFP)
Nesta sexta-feira a Fifa anunciou os três finalistas ao prêmio “The Best”, dado ao melhor jogador do mundo, e Neymar está novamente entre os cotados. Assim como aconteceu em 2015, o brasileiro compete com o ex-companheiro Messi e o português Cristiano Ronaldo pelo topo do futebol mundial. O vencedor será anunciado em Londres, no dia 23 de outubro.

Neymar aparece pela segunda vez entre os três finalistas e compete contra os maiores campeões do troféu. Messi venceu cinco vezes e Cristiano Ronaldo, quatro. Os dois se alternam como campeões desde 2008 e o jogador do Real Madrid aparece como o principal candidato deste ano, depois das conquistas do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões na última temporada.

Para este ano, a competição possui um novo formato. Além dos jogadores e treinadores, que somam 50% dos votos, o público terá um peso de 25% na decisão e o restante será atribuído aos jornalistas. Por estar entre os três melhores, Neymar também possui grandes chances de entrar na seleção ideal montada pela Fifa durante a cerimônia.

A premiação não se restringe apenas ao melhor jogador. A Fifa ainda anunciou as candidatas ao prêmio de melhor jogadora, melhores treinadores do futebol feminino e masculino, além do Puskás, dado ao gol mais bonito. Confira todos os concorrentes:

Melhor jogador: Cristiano Ronaldo (Portugal/Real Madrid), Lionel Messi (Argentina/FC Barcelona), Neymar (Brasil/FC Barcelona/Paris Saint-Germain);

Melhor jogadora: Deyna Castellanos (Venezuela), Carli Lloyd (USA), Lieke Martens (Holanda);

Melhor técnico do futebol masculino: Massimiliano Allegri (Itália/Juventus), Antonio Conte (Itália/Chelsea), Zinedine Zidane (França/Real Madrid);

Melhor técnico/técnica do futebol feminino: Nils Nielsen (Dinamarca), Gerard Precheur (França/Lyon), Sarina Wiegman (Holanda);

Melhor goleiro: Gianluigi Buffon (Itália/Juventus), Keylor Navas (Costa Rica/Real Madrid), Manuel Neuer (Alemanha/Bayern)

Prêmio Puskás: Kevin-Prince Boateng, Alejandro Camargo, Deyna Castellanos, Moussa Dembele, Olivier Giroud, Aviles Hurtado, Mario Mandzukic, Oscarine Masuluke, Nemanja Matic, Jordi Mboula.

Comentários

comentários