Neymar marca dois. Bayern vira, mas não alcança milagre. Barça está na final da Champions

Na Allianz Arena, time catalão leva susto no início e logo fica aliviado com os gols do craque brasileiro. No segundo tempo, apenas os bávaros jogaram

Durante 15 minutos o Barcelona teve a classificação um pouco ameaçada. Um gol no início estava nos planos do Bayern de Munique, mas a resposta imediata dos catalães não havia sido planejada pelo técnico Pep Guardiola, que cobrou cautela e atenção na defesa. Assim, os catalães avançam à final da Liga dos Campeões da Europa com derrota por 3 a 2, nesta terça-feira, na Allianz Arena. Na ida, 3 a 0 para os blaugranas.

Neymar fez um grande primeiro tempo, anotando os gols do Barça. Cheio de desfalques, como Robben e Ribéry, o Bayern de Munique lutou e se despediu da Champions com um grande segundo tempo.

O clássico teve emoção do início ao fim. Com quatro minutos de jogo, o Barça já havia perdido uma chance. Rakitic entrou sozinho e chutou. Neuer espalmou. Seria um prenúncio do que os visitantes encontrariam nos contra-ataques.

Aos sete, Benatia, de cabeça, abriu o placar, dando falsas esperanças ao Bayern de incendiar o clássico.

Com a defesa rival totalmente exposta, o trio MSN começou a aparecer. Em dois lances, Suárez consagrou Neymar, deixando o atacante brasileiro livre para dar os dois golpes finais nos bávaros. Viarada catalã antes do intervalo.

Lewandowski entorta Mascherano e marca para o Bayern de Munique (Foto: AFP)
Lewandowski entorta Mascherano e marca para o Bayern de Munique (Foto: AFP)

Diante de um cenário desolador, o Bayern de Munique tentou honrar a camisa. Ter Stegen, nos minutos depois, fez duas defesas cinematográficas para evitar o empate no primeiro tempo.

O Barça voltou sem Luis Suárez, que sentou dores e foi poupado por medidas cautelares. Ao Bayern de Munique, já não importava número de

esquema tático, ou quem guardaria o lado direito da defesa. O time tentou honrar a camisa. Lewandowski, num lindo drible sobre Mascherano,

deixou tudo igual. Müller, da entrada da área, recolocou os bávaros na frente e fez o público voltar a ter orgulho da equipe.

O relaxamento da equipe catalã ficou evidente na segunda etapa. O Barça parou de jogar e só ficou torcendo para o tempo passar logo para voltar as atenções para o Campeonato Espanhol. Mesmo levando dois, ainda tinha três de crédito. O Barcelona estará em Berlim no dia 6 de junho para tentar o pentacampeonato europeu.

FICHA TÉCNICA BAYERN DE MUNIQUE 3 x 2 BARCELONA

Local: Allianz Arena, em Munique (ALE)
Data e hora: 12 de maio de 2015, às 15h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Mark Clattenburg (ING)
Cartão amarelo: Rafinha, Thiago AlcÂntara, Müller (BAY); Rakitic, Pedro (BAR)
Cartão vermelho: –
Gols: Benatia, 7’/1ºT (1-0); Neymar, 15’/1ºT (1-1); Neymar, 29’/2ºT (1-2); Lewandowski, 14’/2ºT (2-2), Müller, 29’/2ºT (3-2)

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Rafinha, Benatia, Boateng e Bernat; Xabi Alonso, Lahm (Rode, 22’/2ºT), Schweinsteiger (Javi Martínez, 41’/2ºT), Thiago Alcântara e Müller (Götze, 41’/2ºT); Lewandowski. Técnico: Pep Guardiola.

BARCELONA: Ter Stegen, Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba; Busquets, Rakitic (Mathieu, 25’/2ºT) e Iniesta (Xavi, 30’/2ºT); Messi, Suárez (Pedro, Intervalo) e Neymar. Técnico: Luis Enrique.

LANCEPRESS!

 

Comentários

comentários