Nevasca deixa 100 mil retidos em estação de trem na China

Uma forte nevasca paralisou o sistema de transporte na região sul da China. Centenas de milhares de pessoas foram afetadas após a neve intensa ter interrompido o sistema ferroviário.

Segundo autoridades da cidade de Guangzhou, cerca de 100 mil pessoas não puderam embarcar em seus trens na segunda-feira.

Centenas de milhares de chineses não conseguiram embarcar nos seus trens. Foto: Reuters

A nevasca, de intensidade incomum, coincidiu com os preparativos para o Ano Novo Chinês, quando milhões de trabalhadores originários do interior do país aproveitam o feriado prolongado para celebrar o período festivo com seus familiares.

Este tem sido o inverno mais rigoroso enfrentado pelos chineses nos últimos anos.
A neve cancelou diversos trens que ligam o norte do país às cidades do centro e sul da China, deixando os passageiros retidos, sem alternativa de transporte.

Na manhã desta terça, mais de 50 mil pessoas continuavam aguardando do lado de fora da estação de trem de Guangzhou sob frio intenso na esperança de embarcar, segundo a imprensa local.

Para tentar diminuir a aglomeração em torno da estação ferroviária, as autoridades pedem aos passageiros que evitem ir à estação sem saber se seus trens foram ou não afetados e consultem previamente os detalhes na internet para não ficarem aguardando em vão ao relento, pois não há condição de atender a todos.

Estimativas oficiais indicam que quase 3 bilhões de viagens serão feitas durante as festas de fim de ano em todo o país, o que corresponderia ao maior deslocamento humano do planeta. (BBC Brasil)

Comentários

comentários