Negociação de contrato da Santa Casa é adiada pela segunda vez

Depois de não compareceram a reunião marcada na última quarta-feira (3) para resolver a situação do contrato com o hospital Santa Casa de Campo Grande, representantes do Governo e da Prefeitura repetem a situação e não comparecem pela segunda vez a reunião quehavia sido adiada para a tarde de hoje (8) na Assembleia Legislativa (AL).

Ao todo, a prefeitura deve à Santa Casa cerca de R$ 35 milhões, incluindo os serviços prestados durante o mês de maio. / Divulgação
Ao todo, a prefeitura deve à Santa Casa cerca de R$ 35 milhões, incluindo os serviços prestados durante o mês de maio. / Divulgação

Desde o dia 1° deste mês encontra-se encerrado o prazo da comissão de saúde do município e do Estado para avaliar os serviços prestados pela entidade à população. O contrato do hospital com a prefeitura venceu nesta segunda-feira (7).

O salário dos funcionário que deveria ter sido pago hoje não foi realizado e o presidente Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), Wilson Teslenco, afirma que não sabe como isso será contornado. Ele teceu duras críticas aos representantes, “isso tudo indica o grau de preocupação e interesse por esse tema e a vontade de resolver tudo isso”.

Amanhã a diretoria do hospital deve se reunir para decidir se cortará serviços.

Um novo encontro foi marcado para a próxima quinta-feira (11) às 14h, no gabinete da presidência da AL.

Comentários

comentários