“Não procede esta afirmação do vereador”, diz secretario da Sesau acusado de ofender parlamentares

ivandrofonsecaalcidesbernalbhA possível convocação pela Câmara de Vereadores do secretario de Saúde de Campo Grande, Ivandro Fonseca, por ‘ofensa’ a vereador, como o Página Brazil noticiou ontem, não preocupa a Prefeitura, como também ao próprio titular da Sesau (Secretaria municipal de Saúde). Fonseca em contato com a reportagem na manhã desta sexta-feira, 1º de julho, rebateu o que teria sido tido que houve uma ou várias ofensas a vereadores e um telefone desligado ‘na cara’ do parlamentar Airton Araujo (PT), como o petista relatou da tribuna do Legislativo na sessão desta quinta-feira (30). O parlamentar pediu que a Câmara faça chegar a Casa explicações oficiais obrigatória.

O secretário atendeu a reportagem e declarou que não procede esta afirmação do vereador, acrescentando ainda que além de Bernal, ele sofre perseguição desde que assumiu a direção da Sesau. “Isto é pura perseguição política. Estamos trabalhando, a Prefeitura já fez muito pela Saúde do município, melhorando muita coisa de errada deixada no caminho, está inaugurando UBSF que deve atender mais de 10 mil, não deixou termos epidemia de Dengue, entre outras coisas, e vêem me falar disso. Estamos fazendo o máximo possível para melhorar a vida e querem bater em assunto que nem existiu desta maneira”, disse Ivandro.

O secretario mencionou ainda que isto não é novo, mas que continuará trabalhando em sua área e não tirará foco do que tem que realizar, para não ter desperdício em “briga politica”, em ano eleitoral. “Não vou perder o meu tempo com essas agressões e perseguições da Câmara. Isto vem desde de 2013, logo que assumimos e colocamos tudo para ser apurado. Barramos alguns acontecimentos, como o caso do Gisa, dentre outras coisas. Não foi assim, que aconteceu, mas não foi emendar o caso”, lembrou Ivandro.

O petista subiu a tribuna na sessão de ontem para relatar o caso ocorrido com ele, e, que soube ainda, andando pelos bairros que o titular da Sesau tem deferido acusações ou xingado os parlamentares por onde passa. Ele pediu providencias da Mesa Diretoria para propor ou acatar um requerimento de convocação de Fonseca. Diversos parlamentares prestaram solidariedade ao colega em apartes, afirmando apoiar a convocação.

Veja matéria completa que publicamos ontem a tarde.

Comentários

comentários