Na volta de Bernardinho, Brasil vence a Itália pela Liga Mundial de vôlei

A seleção brasileira chegou a décima vitória na edição 2015 da Liga Mundial, nesta quinta-feira (2), ao vencer a Itália por 3 sets a 0, no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá. Com o resultado, a equipe de Bernardinho segue na liderança do Grupo A da competição.

Brasil e Itália se enfrentam pela Liga Mundial de vôlei
Brasil e Itália se enfrentam pela Liga Mundial de vôlei

A partida também marcou a volta de Bernardinho ao banco de reservas brasileiro. Ele cumpriu uma suspensão de 10 partidas por causa de uma confusão ocorrida durante o Mundial do último ano, realizado na Polônia.

Anfitriã da etapa decisiva da Liga Mundial, o Brasil já está classificado para a próxima fase, que será disputada entre 15 e 19 de julho, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Até lá, o técnico Bernardinho terá que cortar cinco dos 19 atletas presentes no atual grupo.

Brasil e Itália voltam a se enfrentar nesta sexta-feira (3), mais uma vez em Cuiabá, a partir das 14h, horário de Brasília.

O jogo

Jogando para um ginásio com muitos lugares vazios, o Brasil não teve grandes problemas para administrar o primeiro set. Contando com 11 erros italianos, a seleção de Bernardinho fechou a parcial em 25 a 20, com destaque para Lucarelli, que anotou quatro dos 11 pontos de ataques conseguidos pelo Brasil.

Com muitos erros de saque, o Brasil começou devagar o segundo set. Por causa disso, a Itália abriu cinco pontos de vantagem logo no início. O desempenho, no entanto, foi melhorando no decorrer da parcial e a seleção brasileira assumiu a liderança pela primeira vez com 19 a 18 no placar.

À frente no marcador, o Brasil não conseguiu abrir vantagem para a Itália e só conseguiu fechar o segundo set no 26º ponto. Para isso, no entanto, teve que passar por um momento de tensão. Isso porque o técnico italiano acusou toque na rede do bloqueio brasileiro e pediu desafio. Na revisão, no entanto, o árbitro apontou a jogada normal e confirmou o fim do set em 26 a 24.

O terceiro set foi marcado pelo equilíbrio. Nenhuma das duas seleções conseguiu abrir vantagem significativa no placar. Na parte decisiva da parcial, no entanto, o Brasil conseguiu se impor e abriu quatro pontos de frente. A vantagem foi controlada até o erro italiano decretar a vitória brasileira por 25 a 19.

UOL

Comentários

comentários