Na abertura de congresso da Fifa, Blatter diz que corruptos são minoria

Blatter afirmou que nome da Fifa não pode ser arrastado para a lama Foto Reuters
Blatter afirmou que nome da Fifa não pode ser arrastado para a lama Foto Reuters

Diante de grande expectativa na Suíça, Joseph Blatter discursou na abertura do 65º congresso da Fifa, iniciado oficialmente nesta quinta-feira, em Zurique. O dirigente reconheceu o momento difícil da entidade e afirmou que os corruptos são minoria no futebol e devem ser combatidos.

– Devo salientar que aqueles que são corruptos no futebol são uma minoria, como na sociedade. Mas, como na sociedade, devem ser pegos – afirmou ele, um dia após sete pessoas ligadas à Fifa serem presas acusadas de corrupção e outros crimes em ação do Departamento de Justiça dos EUA em conjunto com a Suíça.

Ele ressaltou que as ações enfrentadas na quarta-feira são uma sombra sobre a modalidade e que atitudes devem ser tomadas para evitar que o nome da Fifa seja “arrastado para a lama”.

– Estes são tempos sem precedentes e difíceis para a Fifa. Os acontecimentos de ontem lançaram uma longa sombra sobre futebol e sobre o congresso desta semana. Ações de indivíduos, se comprovadas, trazem vergonha e humilhação no futebol e demanda ações e mudanças de todos nós. Não podemos permitir que a reputação da Fifa para ser arrastado pela lama por mais tempo – disse.

Blatter comentou que os próximos meses serão difíceis para a entidade e que ele não descarta mais denúncias em relação à Fifa nos próximos meses.

– Os próximos meses não serão fáceis para a Fifa. Estou certo que mais notícias ruins podem aparecer. Mas é necessário começar a restaurar a confiança na nossa organização. Deixemos esse ser o ponto da virada.

O presidente do órgão que comanda o futebol finalizou: – Amanhã, no congresso, nós teremos a oportunidade de começar na longa e difícil estrada para reconstruir a confiança. Nós precisamos ganhar de volta através de decisões que tomaremos e as decisões que tomaremos individualmente.

Comentários

comentários