Multas de trânsito ficarão até 66,12% mais caras a partir de terça-feira

Cometer infrações de trânsito vai pesar mais no bolso dos motoristas a partir desta terça-feira. As multas vão subir até 66,12%, com bases em alterações na legislação sancionadas em maio, mas que entrarão em vigor apenas agora. Os novos valores vão variar entre R$ 88,38 (leve) e R$ 293,47 (gravíssima).

Motorista é flagrado usando o telefone celular na Tijuca Foto: Márcio Alves / Extra
Motorista é flagrado usando o telefone celular na Tijuca Foto: Márcio Alves / Extra

A partir da mesma data, duas modalidades de infração terão punição mais severa. As multas por utilizar (falando ou manipulando) o celular enquanto dirige e estacionar em vaga destinada a idoso ou deficiente passam a ser consideradas infrações gravíssimas. A primeira é , hoje, considerada média e a segunda, grave.

A mordida no bolso será ainda maior para quem for flagrado dirigindo embriagado ou se recusar a assoprar o bafômetro. Nesse caso, a legislação permite que a infração, considerada gravíssima, seja multiplicada por dez, elevando o valor para R$ 2.934,70. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), foi aplicada aos novos valores a correção parcial da inflação acumulada entre outubro de 2000 a abril de 2016, que foi de 184,48% pelo IPCA.

Comentários

comentários