Multada, Argentina repete Copa e expõe jogador reserva

A Argentina protagonizou uma cena bizarra na entrevista oficial da véspera da partida contra a Jamaica, que acontece neste sábado, às 18h30, em Viña del Mar. Multada em US$ 100 mil por levar apenas o técnico Tata Martino nas duas coletivas anteriores, quando na verdade também precisava levar um jogador, desta vez a associação cumpriu a regra com um toque de provocação: enviou o lateral reserva Milton Casco, novato na seleção e que não jogará contra os caribenhos.

Milton Casco, à direita, ao lado de Martino: nem na foto da AFA o jogador ganhou destaque
Milton Casco, à direita, ao lado de Martino: nem na foto da AFA o jogador ganhou destaque

A tática é a mesma que foi usada na Copa do Mundo do ano passado, quando a Argentina também foi multada por não levar atletas às entrevistas pré-jogo de quatro partidas consecutivas. Punida, a federação enviou o zagueiro reserva Basanta, talvez o atleta menos importante ou renomado do elenco, justamente para a entrevista na véspera da final contra a Alemanha.

Na ocasião, porém, Basanta até teve uma participação ativa, respondendo sobre as expectativas da equipe antes da grande decisão do Mundial. Desta vez, Casco foi praticamente uma peça de figuração ao lado de Martino, alvo de quase todas as perguntas. Na única vez em que foi questionado, a respeito de como estava sendo sua primeira experiência na seleção, o lateral deu uma resposta totalmente padrão.

“A verdade é que estou muito bem, contente, aproveitando cada dia de estar aqui. Se algum momento couber a mim jogar, tentarei fazer da melhor maneira”, disse o jogador, em participação nada memorável e um tanto constrangedora.

Casco, 27 anos, nunca entrou em campo com a camisa da seleção argentina. Ele foi uma das surpresas de Martino para a Copa América , já tendo trabalhado com o treinador no Newell’s Old Boys, clube que defende até hoje.

Curiosamente, no regulamento oficial disponível no site da Conmebol, não há nenhuma exigência para que um jogador participe da entrevista – apenas o treinador é obrigado a comparecer. Porém, segundo o Terra apurou, houve um encontro em que representantes de todas as associações participaram e concordaram em levar também um atleta para cada coletiva pré-jogo. Por isso, é possível aplicar a multa mesmo com a norma ausente do regulamento.

TERRA

Comentários

comentários