Mulher passa por cirurgia para retirada de “feto” do cérebro

Uma americana de 26 anos descobriu que poderia ter tido um gêmeo que não se desenvolveu na gravidez da mãe, mas que acabou se alojando em um lugar nada comum: seu cérebro. Depois de sofrer problemas de cognição, Yamini Karanam descobriu o “irmão” instalado na sua cabeça. As informações são do IFL Science.

Mulher passa por cirurgia para retirada de “feto” do cérebro Foto: IFL Science / Reprodução
Mulher passa por cirurgia para retirada de “feto” do cérebro Foto: IFL Science / Reprodução

Karanam conta que estava fazendo o curso de PhD na Universidade de Indiana quando percebeu alguns lapsos cognitivos que não tinha anteriormente, tais como interpretação de texto e distração em diálogos. “Se algumas pessoas estavam numa sala conversando, eu não conseguia mais entender o que estava acontecendo”, disse.

Assim, ao buscar ajudar de especialistas, acabou descobrindo o tumor no fundo do cérebro, sendo encaminhada para o Instituto Skull Base, onde foi operada pelo médico Hrayr Shahinian.

Apesar de parecer bizarro, o fenômeno não é tão raro, pois se trata de um tumor chamado teratoma, formado por resíduos fetais e tecido embrionário, geralmente encontrado em ovários ou testículos de adultos. O caso de Karanam, porém, é mais incomum pelo local que o tumor benigno se instaurou.

TERRA

Comentários

comentários