Mulher morre congelada ao ficar trancada em cabine de tratamento

Jovem de 24 anos estava fazendo criogenia, técnica que expõe o corpo a temperaturas extremamente baixas

Estados Unidos – Uma americana de 24 anos morreu após ter ficado trancada dentro de uma cabine de tratamento de criogenia, que expõe o corpo a temperaturas extremamente baixas. Chelsea Ake era gerente da clínica Rejuvenice, que fazia o tratamento no estado de Las Vegas, e ficou trancada por cerca de 10 horas na cabine. A informação é da rede NBC.

Mulher morre congelada após ficar trancada em cabine de tratamento nos EUA Foto: Reprodução Facebook
Mulher morre congelada após ficar trancada em cabine de tratamento nos EUA Foto: Reprodução Facebook

Investigadores apontam para um erro operacional que teria impedido a mulher de sair da câmara. O tempo ideal que uma pessoa deve ficar na cabine de criogênio é de no máximo 3 minutos.

O tratamento é utilizado para queimar calorias, redução de dores, frear o envelhecimento e fortalecer o sistema imunológico. Ele expõe o corpo da pessoa a um ar seco e gelado numa temperatura ambiente que chega a – 115ºC.

IG

Comentários

comentários