Mulher é condenada a prisão perpétua por matar as três filhas

Americana esfaqueou as crianças e foi encontrada ao lado de seus corpos. Defesa alegou insanidade e depressão pós-parto

Estados Unidos – Carol Ann Coronado, de 32 anos, foi condenada a prisão perpétua nesta segunda-feira por matar as três filhas a facadas na Califórnia, Estados Unidos. Ela foi encontrada em uma cama em sua casa, coberta de sangue ao lado das filhas mortas, de acordo com o jornal “New York Daily News”.

Carol Coronado esfaqueou as três filhas na Califórnia, nos Estados Unidos Foto: Reprodução Facebook
Carol Coronado esfaqueou as três filhas na Califórnia, nos Estados Unidos
Foto: Reprodução Facebook

A mulher esfaqueou as meninas Xenia de 2 meses, Yazmine, de 1 ano, e Sophia, de 2, depois de se ferir com o objeto. No tribunal, Carol alegou “insanidade”, no entanto foi condenada por triplo assassinato em primeiro grau.

De acordo com o ex-marido de Carol, Rudy Coronado, ela já não era a mesma quando a encontrou. Ele contou ao “Los Angeles Times” que viu um “demônio” nela após o crime. A defesa da americana pediu que ele fosse mandada a um hospital psiquiátrico ao invés de ir para a prisão, pois sofria de depressão pós-parto. O juiz não aceitou o pedido de clemência e determinou que o tratamento será feito na cadeia. (O DIA)

Comentários

comentários