MS tem 67 casos de Zika confirmados, e quase mil suspeitos

Foram notificados este ano em Mato Grosso do Sul, 1.142 casos de Zika Vírus, segundo boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) nesta quinta-feira (10). Desses, 67 foram confirmados, 90 descartados e 985 estão com a coleta de amostra feita aguardando análise.

11zica

 

 

A maior parte dos casos confirmados está em Campo Grande, que contabiliza 54 diagnosticados como Zika. Os demais são Paranaíba (05 confirmados), Anastácio (03), Aquidauana (01), Corumbá (01), Rio Verde de Mato Grosso (01), São Gabriel do Oeste (01) e Três Lagoas (01).

Os casos confirmados representam apenas 5,8% dos notificados até o momento e os que deram negativo 7,8%. Isso significa que foram analisados e tiveram o resultado divulgado pelo menos 86,3% dos casos suspeitos detectados até o momento no Estado e que tiveram a coleta da amostra de sangue enviada ao Lacen (Laboratório Central) em Campo Grande para análise, ainda aguardam o diagnóstico para saber se o paciente está ou não com Zika Vírus.

Outras doenças

Assim como o Zika Vírus, a Dengue e Febre Chikungunya também são transmitidas pelo Aedes aegypti e apontam números preocupantes. Segundo boletim divulgado pelo Estado, já são 36 mil casos notificados de Dengue no Estado, sendo 1.784 só na semana entre os dias 28 de fevereiro e 5 de março. Ao todo são sete mortes pela doença no Estado somente este ano, em Campo Grande (03), Dourados (03) e Coxim (01). Um óbito está sob investigação na capital.

Já com relação à Febre Febre Chikungunya foram 47 casos notificados este ano, sendo sete descartados, nenhum confirmado e 40 aguardando diagnóstico. A doença é considerada de “dor terrível” e os sintomas se mantém por, pelo menos, até dois anos no paciente.

Comentários

comentários