MS colhe maior safra de inverno de milho de sua história

Da Redação/JN

O dado foi publicado na Circular Técnica nº 226 do Siga MS

Após safra recorde de soja, Mato Grosso do Sul registra produção de 9,8 milhões de toneladas de milho na safra de inverno 2016/2017, o maior resultado de sua história. O dado foi publicado na Circular Técnica nº 226 do Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), divulgada nesta sexta-feira (22) pela Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul). Isso significa que a produção estadual cresceu 61% em relação à safra 2015/2016.

Safra de inverno de milho é 61% maior do que a safra passada (Foto: Divulgação)

Ainda de acordo com o levantamento, foram plantados 1,8 milhão de hectares nesta safra, o que representa acréscimo de 3,4% de área na comparação com o ciclo passado. Já em relação à produtividade média estadual, foi registrado 51% de evolução no número, que na safra 2015/2016 foi de 58,4 sacas por hectare e, agora, chegou a 88,3 sacas por hectare.

Últimos 5 anos

A circular de produtividade do Siga MS ainda aponta que, nos últimos cinco anos, entre a safra 2011/2012 e a safra 2016/2017, a produção de Mato Grosso do Sul cresceu 47%, a área plantada teve acréscimo de 38% e, a produtividade, teve evolução de 10%.

“Tudo isso é resultado do investimento do produtor em tecnologia e inovação, acreditando sempre na dinâmica do mercado. Isso também mostra o quanto a safrinha é importante para nosso estado. O volume de grãos da 2ª safra é 15% maior do que a quantidade de grãos colhida na 1ª safra”, afirma o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto.

Os resultados são positivos, mas também apontam para desafios na rentabilidade do produtor. “Mato Grosso do Sul é um estado onde a 2ª safra dá muito certo, os números são muito bons, mas o produtor está com muita dificuldade na rentabilidade. A produção foi alta, o estado ganhou, as empresas de insumos venderam, mas o produtor precisa pagar as contas. Os preços reagiram e vemos isso com boa expectativa. Se continuarem melhorando, teremos o ganho que precisamos na rentabilidade”, completou o presidente.

Municípios campeões

Ainda segundo o levantamento do Siga MS, as cidades campeãs em produção de milho na safra 2016/2017 do estado foram:

1º – Maracaju: 1,4 milhão de toneladas
2º – Sidrolândia: 918 mil toneladas
3º – Ponta Porã: 790 mil toneladas
4º – Dourados: 728 mil toneladas
5º – São Gabriel do Oeste: 550 mil toneladas

Para avaliar a produtividade da cultura de milho de inverno, foram coletadas amostras em municípios de sete regiões diferentes de MS. Na região norte foram obtidas 159 amostras de produtividade, na região centro-norte, 138 amostras. Na região centro, 118 amostras, na região sudoeste foram 195, outras 175 na região sul, 162 na região sul-fronteira e 160 na região sudeste. O total coletado foi de 1.107 amostras.

Comentários

comentários