MPE investiga R$ 78,8 milhões do Governo do Estado “perdidos” em conta do Banco Rural

Promotor de Justiça Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha,
Promotor de Justiça Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha,

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu inquérito para apurar onde foram parar R$ 78,8 milhões que estavam depositados no Banco Rural. Além dos milhões do Governo, também estavam em conta R$ 8,2 milhões da prefeitura da Capital.

Apesar de ter sido liquidado judicialmente a dois anos, o banco ainda figura no cenário com impasses milionários envolvendo a prefeitura e o Governo do Estado.

Conforme o inquérito divulgado no Diário Oficial do órgão, R$ 78.889.453,20 milhões estavam depositados em conta que o Governo do Estado tinha no Banco Rural na época de sua falência, em agosto de 2013.

A investigação apura “eventual irregularidade na aplicação de disponibilidade de caixa do Estado de Mato Grosso do Sul”.

O promotor Alexandre Pinto Capiberibe Saldanha, da 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio foi o designado para comandar a investigação.

FALÊNCIA

Em agosto de 2013, o Banco Central do Brasil decretou liquidação extrajudicial do Banco Rural S.A., com sede em Belo Horizonte. O motivo da liquidação foi “decorrência do comprometimento da sua situação econômico-financeira e da falta de um plano viável para a recuperação da situação do Banco”.

Em março de 2013, a instituição tinha apenas 0,07% dos ativos e 0,13% dos depósitos do sistema financeiro.

Comentários

comentários