Movimentos confirmam ato pró-impeachment de Dilma domingo na Capital

Grupos que defendem o afastamento definitivo de Dilma Rousseff (PT) confirmam a manifestação agendada para o próximo domingo (31), em Campo Grande. Grandes movimentos nacionais, como o Vem Pra Rua, também protestam no fim de semana. Na Capital sul-mato-grossense o encontro será no Obelisco, as 15 horas.

Manifestantes voltam as ruas em Campo Grande (Foto: Divulgação )
Manifestantes voltam as ruas em Campo Grande (Foto: Divulgação )

No intuito de convocar a população para participarem do ato, manifestantes do Avança Brasil, Nas Ruas, Fora Corruptos, Movimento Democrático Pró Impeachment, Chega de Impostos e Pátria Livre, organizaram uma agenda em conjunto, incluindo a volta do acampamento na frente do prédio do Ministério Público Federal, localizado na Avenida Afonso Pena. As barracas já começaram a ser erguidas na tarde de terça-feira (26), no canteiro da Avenida.

Fabrícia Sales, uma das lideranças da ação afirma que o povo não pode deixar cair no esquecimento os fatos de corrupção que têm desmoralizado e desrespeitado os brasileiros.

“Basta de corrupção, queremos o chefe Lula na cadeia e mostrar para o STF que não se pode calar a voz da nação”, completa.

Integrante do Pátria Livre, Juliana Pontes antecipa ainda que os grupos de Campo Grande decidiram de forma unânime irem às ruas para afastar definitivamente Dilma da Presidência da República. Entre as principais bandeiras erguidas pelos manifestantes estão as seguintes: apoio à Operação Lava-Jato e ao juiz federal Sérgio Moro.

“Amanhã um grupo estará na Feira Central e já na quinta-feira estaremos na Via Parque com a Avenida Mato Grosso, a partir da 17 horas para nos unir junto à sociedade neste ato patriota, entregar adesivos e panfletos, além de animá-los”, explica Juliana.

Ainda durante esta semana, os movimentos farão buzinaço nos pontos de manifesto e devem percorrer feiras livres da Capital.

Comentários

comentários