Motorista que atropelou e matou jovem não tinha CNH e pegou veículo escondido

O montador de silos José Aparecido Ovando Ávalos Santos, 26 anos, se apresentou na manhã desta quarta-feira (03) no 2º Distrito Policial de Dourados. Ele atropelou e matou Carlos Henrique Pereira, 22 anos, na madrugada da última segunda-feira (1°).

Segundo informações do site Dourados News, José chegou ao local na companhia do cunhado, proprietário do carro que atropelou a vítima. Em depoimento à delegada titular, Andreia Alves Pereira, o rapaz afirmou que pegou o veículo escondido do rapaz, que mora no mesmo terreno, para visitar um amigo.

A vítima foi atropelada e morta em um cruzamento (Foto: Sidney Bronka/94 FM)
A vítima foi atropelada e morta em um cruzamento (Foto: Sidney Bronka/94 FM)

No retorno, seguia pela avenida Marcelino Pires e no cruzamento com rua Aquidauana o semáforo fechou. Devido a velocidade, disse ter tentado frear, porém, acabou colidindo contra o motociclista.

Com a violência do impacto, a vítima chegou a ser arremessada para o outro lado da avenida e posteriormente atropelado por outro veículo que trafegava em sentido contrário.

José Aparecido disse ainda à delegada que parou o VW Saveiro e pediu para que uma pessoa acionasse o socorro, já que estava sem telefone e fugiu com medo de represália de populares.

Ele também não possui CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e colidiu o carro do cunhado contra um ponto de táxi, deixando o local em seguida.

O suspeito também alegou à titular do 2º DP que não ingeriu bebida alcoólica por conta de acidente ocorrido com o mesmo no ano passado e que ainda passava por tratamento de recuperação.

De acordo com Andreia Alves, José Aparecido será indiciado no primeiro momento pelo crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, porém, as investigações sobre o fato continuarão.

Comentários

comentários