Em menos de 10 horas, dois motociclistas morrem em acidentes na Capital

O motociclista Renan Rafael Teixeira Farias, 23 anos, morreu na Santa Casa de Campo Grande na madrugada desta quinta-feira com ferimentos causados por um acidente de trânsito na noite de quarta-feira (15). A colisão aconteceu no cruzamento da rua Marajó com a avenida do Sacramento, no bairro São Francisco.

Motocicleta ocupada pela vítima do acidente (Foto: Reprodução/ TV Morena)
Motocicleta ocupada pela vítima do acidente (Foto: Reprodução/ TV Morena)

A motocicleta pilotada por Renan bateu no ônibus, que, segundo relatado por testemunhas à polícia, tinha acabado de sair de um ponto. O coletivo estava na preferencial e era conduzido por um jovem também de 23 anos.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros com diversas fraturas e morreu no hospital. De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz não tinha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e não portava documentos de porte obrigatório.

O motorista do ônibus fez teste do etilômetro, o qual apontou que ele não havia consumido bebida alcoólica. O caso foi registrado como acidente de trânsito com vítima fatal provocado pela própria vítima.

Outro acidente

Em outro ponto de Campo Grande, na avenida Afonso Pena com a rua do Poeta, no Parque dos Poderes, um jovem de 26 anos perdeu o controle da direção do carro que conduzia, passou por uma cerca e foi parar no matagal. A passageira, de 29 anos, foi socorrida para a Santa Casa de Campo Grande.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o rapaz portava um revólver calibre 22, mesmo sem ter autorização para estar com arma. Por causa disso, foi autuado por porte ilegal de arma.

Comentários

comentários