Motociclista morre após ser atropelada por assaltantes em fuga na Capital

Reprodução: Facebook

A motociclista Hediene Souza Oliveira de Araújo, de 26 anos, morreu no fim da manhã deste domingo (22) ao ser atropelada por uma caminhonete S10, no cruzamento da avenida Ernesto Geisel (Norte-Sul) com a rua Graciliano Ramos, no bairro Aero Rancho.

A caminhonete havia sido roubada pouco antes, por uma dupla de assaltantes armados, no bairro Pioneiros, na saída para São Paulo, na Capital. Uma equipe do 10º Batalhão da PM foi acionada e o veículo roubado passou a ser perseguido na avenida Guaicurus, próximo ao Museu José Antônio Pereira.

Durante a fuga os assaltantes atravessaram o bairro Aero Rancho e no cruzamento da avenida Ernesto Geisel (Norte-Sul) com rua Graciliano Ramos, atropelaram à moto que era conduzida por Heidiane, ao invadirem à pista contrária.

Heidiane

Moto atingida pelos assaltantes durante a fuga – Heidiane acabou morrendo depois de uma hora de tentativas de reanimação pelos socorristas (Foto: Misael Maciel / TV Morena)

Encaminhado à Santa Casa de Campo Grande o adolescente foi atendido e não corre risco de morte. Já Hediene faleceu no local do acidente, cerca de 1 hora depois de tentativas de reanimação dos socorristas. A jovem era casada e tinha dois filhos.

O assaltante que conduzia à caminhonete ainda causou outra colisão, atingindo um automóvel Uno, que estava estacionado na rua Maria das Dores Soares. Os criminosos tentaram fugir a pé, mas foram perseguidos pelos policiais militares e na troca de tiros que se seguiu, um dos assaltantes, 32 anos, foi morto a tiros na travessa San Spediel.

O segundo envolvido no assalto e nos atropelamentos também foi preso pela PM.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários