Motociclista morre após bater em moto e ser atropelado por caminhão

O condutor da motocicleta Fazer placas NRG 7001, Mário César Sólis de 41 anos, seguia pela rua Kimei Simabuco, sentido Centro/Bairro, quando se chocou com uma moto dos Correios na esquina rua de Todos os Santos, perdeu o controle, caiu na pista contrária e foi atropelado por um caminhão Mercedes Bens 1513 e faleceu na hora.

Motociclista não resistiu aos ferimentos e morreu no local Foto Paulo Francis
Motociclista não resistiu aos ferimentos e morreu no local Foto Paulo Francis

Ela levava na garupa uma jovem vestida com uniforme do Instituto Mirim, que seria sua filha. Com a colisão ela foi parar embaixo do caminhão.

De acordo com o motorista do caminhão, José Nunes Limeira de 55 anos, e mais de 30 de profissão, “tudo aconteceu muito rápido a moto bateu na outra dos Correios e veio na direção do caminhão, tentei, mas como estou carregado não consegui frear”, disse abalado.

Já o condutor da moto dos Correios de 51 anos, que não quis se identificar, disse que estava certo, “eu dei seta, sinalizando que ia virar a esquerda, do nada ele apareceu e bateu em minha moto”, conta.

A garupa da moto ficou presa no eixo do caminhão Foto Paulo Francis
A garupa da moto ficou presa no eixo do caminhão Foto Paulo Francis

Homens do Corpo de Bombeiros ainda tentaram reanimar o motociclista, mas constataram o óbito, e retiraram a jovem que estava presa no eixo dianteiro do caminhão. Ela aparentemente teve fraturas expostas e foi socorrida em estado grave para a Santa Casa.

O local esta interditado, duas equipes do Corpo de Bombeiros e a Polícia de Trânsito estão no local, aguardando apenas a perícia chegar para liberar o corpo.

Esta é a segunda morte da tarde de motociclista. Maurício Amaro, 19, morreu por volta das 13h, após a moto bater em um poste de energia na Rua Valdomiro Coelho Neto, no Bairro Serraville, na saída para Três Lagoas.

Paulo Francis com Jackson Nogueira

Comentários

comentários