Motéis são interditados durante combate à exploração sexual

Operação do Ministério Público Estadual (MPE) em parceria com o Conselho Tutelar, Juizado de Menores, Setor de Posturas da Prefeitura Municipal e Corpo de Bombeiros, resultou na interdição de cinco motéis em Dourados. No total, 12 estabelecimentos foram vistoriados.

De acordo com a Promotora de justiça da Infância e Juventude de Dourados, Fabrícia Barbosa Lima, o motivo das interdições foi que esses estabelecimentos apresentaram o alvará de funcionamento vencido.

Ela explica que a operação teve como finalidade combater a exploração sexual infantil no município, no entanto, durante as fiscalizações, nenhum menor foi encontrado nestes ambientes. Foram constatadas, contudo, irregularidades na documentação, o que autorizou o imediato fechamento ate que a situação seja regularizada junto aos respectivos órgãos.

A promotora considera positivo o resultado da operação. “Nós que já encontramos vários problemas graves no passado e fomos combatendo estas práticas e punindo os transgressores, ficamos muito felizes em não localizar menores de idade hospedados nos motéis desta cidade. Acredito que isto é resultado de um trabalho em conjunto de todos os órgãos de segurança envolvidos em coibir essa infração administrativa, que guarda estreita relação com a exploração sexual infanto juvenil. A denúncia recebida informalmente era de que adolescentes estariam deixando de ir à escola e indo para os motéis, onde estariam sendo aliciados. Contudo, tal fato não foi constatado durante a fiscalização, que e realizada sempre sem prévio aviso”, explica.

Com Informações Dourados Agora

Comentários

comentários