Morre passageiro de avião que caiu em fazenda no Pantanal

Faltavam 15 minutos para as 14 horas desta terça-feira (06) quando morreu uma das vítimas do acidente aéreo ocorrido nesta manhã na região pantaneira. Aos 80 anos, o Padre Ernesto Pradebon não resistiu aos ferimentos.

Idoso teve parada cardiorrespiratória depois de acidente aéreo   Foto: PC de Souza
Idoso teve parada cardiorrespiratória depois de acidente aéreo
Foto: PC de Souza

Com traumatismo craniano encefálico, seguido de parada cardiorrespiratória, ele morreu logo que deu entrada no Hospital Regional Álvaro Fontoura, em Coxim.

Pradebon teve a parada enquanto era transferido do helicóptero do Esquadrão Pelicano para o avião da FAB (Força Aérea Brasileira) no aeroporto de Coxim, por volta das 13h15.

Com ferimentos mais leves, seu sobrinho, Luiz Eduardo Pradebon, de 46 anos, que era quem pilotava a aeronave, seguiu de carona para o HR. A outra vítima, identificada como José de Arimatéria, continuou no avião ainda em solo coxinense, mas pouco tempo depois decolou para Campo Grande. Ele também é assistido pelo Esquadrão Pelicano.

Foto: PC de Souza
Foto: PC de Souza

O acidente

As vítimas estavam a bordo de um Embraer Sertanejo 721 C, que caiu próximo a fazenda Guanabara, na região pantaneira, divisa dos municípios de Coxim e Corumbá. A localização exata, conforme a Base Aérea, fica a 150 quilômetros noroeste de Coxim.

A causa do acidente ainda é desconhecida e será investigada, mas, informações obtidas pelo site Edição de Notícias dão conta de que a queda pode ter acontecido por perda de sustentação. Com isso, a aeronave caiu a 500 metros da pista, pegando fogo em seguida.

De acordo com o que foi apurado por nossa reportagem, o Corpo de Bombeiros de Corumbá recebeu o alerta da Base Aérea de Curitiba (PR), informando sobre o acidente e solicitando apoio das unidades de resgate.

Comentários

comentários