Morre no Rio João Havelange, ex-presidente da Fifa

O ex-presidente da Fifa (Federação Internacional de Futebol), João Havelange, de 100 anos,  morreu na manhã desta terça-feira (16), no Hospital Samaritano, em Botafogo, Zona Sul do Rio. Ele estava internado para tratamento de uma pneumonia desde julho.

João Havelange, presidente de honra da Fifa, durante entrevista em seu escritório no centro do Rio de Janeiro (Foto: G1)
João Havelange, presidente de honra da Fifa, durante entrevista em seu escritório no centro do Rio de Janeiro (Foto: G1)

No final do ano passado, Havelange foi internado no mesmo hospital em decorrência de problemas pulmonares. Ele completou 100 anos de idade no último dia 8 de maio.

Eleito para a Fifa em 1974, permaneceu à frente da entidade até 1998. Organizou seis Copas do Mundo, visitou 186 países e trouxe a China, desligada por mais de 25 anos por razões políticas, de volta à Fifa. Criou também os Campeonatos Mundiais de Futebol nas categorias infanto-juvenil, juvenil, juniores e feminina.

O brasileiro com raízes belgas foi um dos dirigentes mais importantes – e também mais questionados – da história do esporte mundial. Ele foi afastado do esporte em abril de 2013, quando renunciou ao cargo de presidente de honra da Fifa. Dois anos antes, ele já havia deixado de ser membro do COI (Comitê Olímpico Internacional).

Comentários

comentários