Morre na Santa Casa funcionário público vítima de caminhão desgovernado

Morreu no final da manhã desta terça-feira (9) na Santa Casa de Campo Grande, o funcionário público Cicero Clementino Furtado, de 39 anos, mais conhecido como Cicero Campos, vítima de um acidente ocorrido no último domingo (7), na rua Da Enersul, no bairro Senhor Divino em Coxim.

Foto: Robson Rodrigues
Foto: Robson Rodrigues

Furtado estava em coma e internado em estado grave na Capital para onde foi transferido logo após o acidente. Nesta segunda-feira (8), ele foi submetido a uma cirurgia e teve a perna direita amputada.

Ele já havia se recuperado de duas paradas cardíacas, mas não resistiu e morreu nesta manhã. O corpo dele foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Campo Grande e em seguida será trazido para Coxim onde será velado e sepultado pela família. Ainda não há confirmação do local em que serão realizadas as cerimônias.

Furtado estava em uma Honda XR, com placa de Coxim, na frente da casa dos sogros, quando foi atingido por um caminhão desgovernado que desceu a rua, após uma falha no freio.

José Antônio Batista de Carvalho, de 42 anos, que é dono do caminhão Ford, com placas de Rondonópolis (MT), contou que havia acabado de estacionar e entrava em casa, quando percebeu que o veiculo estava descendo pela rua.

O veículo prensou a moto contra um poste deixando o motociclista ferido. O GTRAN (Grupamento de Trânsito) da Policia Militar também esteve no local registrando o acidente.

Além de trabalhar como Gerente de Gestão de Serviços Auxiliares (Gerente de Patrimônio) na Prefeitura Municipal de Coxim, Furtado também era poeta, músico, escritor e ex radialista. Ele deixa a esposa, a funcionária pública Elisangela Oliveira Loiola Furtado, de 37 anos, e um casal de filhos, um menino de 12 anos e uma adolescente de 15.

Com Informações Ediçao de Notícias

Comentários

comentários