Morre aos 83 anos humorista Tutuca, de “A Praça é Nossa” e “Zorra Total”

Morreu nesta quinta-feira (3), aos 83 anos, o humorista Tutuca, conhecido por atuar em programas como “A Praça é Nossa”, do SBT, e “Zorra Total”, da Globo.

Ele estava internado desde terça-feira no hospital Barra D’Or, no Rio de Janeiro, após complicações do terceiro AVC (Acidente Vascular Cerebral) que sofreu, há dois anos, e teve uma parada cardíaca.

Humorista Tutuca, da A Praça é Nossa (Foto: Divulgação)
Humorista Tutuca, da A Praça é Nossa (Foto: Divulgação)

O velório será neste sábado, às 14h, no Crematório do Caju. A morte foi confirmada ao UOL pela família do comediante.

Tutuca, nome artístico de Ulisver João Baptista Linhares, nasceu em 1932 e começou a carreira nos anos 1950. Ficou famoso pelo faxineiro Clementino, dos bordões “Ah, se ela me desse bola” e “Como é boa essa secretária”, Chefinho, que implicava com Dona Dadá, e o gay Magnólio, da frase “Bicha não morre, vira purpurina”. Também fez parte do elenco do programa “Balança Mas Não Cai”, e uma de suas últimas atuações foi no filme “A Guerra dos Rocha” (2008).

Carlos Alberto de Nóbrega, colega de Tutuca no SBT, Tupi, Record e Globo, foi pego de surpresa ao saber da morte do humorista. “Ele estava muito mal. Conheci Tutuca há mais de 40 anos, no programa ‘Noites Cariocas’, onde Zé Bonitinho e outros personagens surgiram. Convidei-o para a ‘Praça’, ficou bastante tempo. Depois, ficou doente e pediu para parar. Cheguei a pedir para Chico Anysio levá-lo para a ‘Escolinha’. Era um cara muito boa gente. Tremendo profissional, nunca deu trabalho”, recorda.

Mulher de Tutuca, Denise José da Silva lamenta que o marido “não andava mais” por causa dos AVCs que sofreu em 2004, 2006 e 2013. Casada com o humorista durante 25 anos, ela lembra que o companheiro brincava com seu próprio estado de saúde: “Até doente ele era piadista. Gostava do que fazia”. Tutuca deixa dois filhos e três netos de seu primeiro casamento.

Reservado, Tutuca tinha contato com poucos amigos e colegas de profissão, como o ator Maurício Manfrini, que interpreta Paulinho Gogó na “Praça” e que começou no humor com a ajuda do comediante veterano. “Uma vez liguei para o Tutuca e perguntei se ele estava com outro AVC. Ele respondeu: ‘Tive outro AVC porque não tenho p… nenhuma para fazer'”, brinca.

UOL

Comentários

comentários