Morador é autuado por maus-tratos contra cinco cães

Um homem foi preso em flagrante ontem (18), em uma ação da Polícia Civil, através da DECAT (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista). Paulo Roberto Souza Alves de Mello, 59 anos, foi autuado por crime ambiental após denúncia dizendo que ele criava cinco cães em condições precárias.

Os cães viviam junto às fezes e demais dejetos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Os cães viviam junto às fezes e demais dejetos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Segundo a equipe policial, os profissionais compareceram à residência, localizada no bairro Carandá Bosque I, e notaram que os cães sem raça definida eram criados por Paulo Roberto em condições desumanas. Foi constatado também, que os animais não se alimentavam e não bebiam água. Ainda de acordo informações da polícia, os cachorros viviam junto aos próprios dejetos.

Vizinhos relataram à equipe que sofriam com os efeitos dos maus-tratos. De acordo com eles, seus imóveis foram infestados de pulgas e carrapatos, o que propiciava doenças e presença de animais peçonhentos.

O autor foi conduzido à Delegacia onde foi autuado no delito tipificado, por praticar ato de abuso, maus-tratos, causar poluição que possa resultar em danos à saúde humana, ou que provoque a mortalidade de animais.

Comentários

comentários