Menino de 14 anos morre ao ser levado pela correnteza em córrego da Capital

Um adolescente de 14 anos morreu afogado depois de ser levado pela correnteza enquanto brincava com amigos em um córrego localizado no Jardim Montevidéu, em Campo Grande. Calor Eduardo Pereira dos Santos desapareceu na tarde de sexta-feira (30) e seu corpo foi encontrado por equipes do Corpo de Bombeiros na manhã deste sábado.

31afogado

Ao retornar para casa, um dos amigos da vítima informou ao pai que Carlos havia desaparecido. O Corpo de Bombeiros foi acionado imediatamente e as busca se iniciaram às 18 horas desta sexta-feira.

Por conta da chuva e da falta de luz, os trabalhos foram interrompidos e a busca só foi retomada às 6h de hoje com uma equipe de quatro integrantes. O cadáver estava a cerca de cinco quilômetros do ponto em que o menino foi visto pela última vez, enroscado em dois troncos, com a bermuda no tornozelo.

Carlos Eduardo é morador do bairro Taquaral Bosque e vivia com a avó e participava de atividades recreativas em um projeto educacional mantido pela Missão Salesiana, chamado Casa Dom Bosco, há pelo menos três anos.

Na tarde de ontem pediu a avó para ir até a casa de amigos, no mesmo bairro. Carlos se encontrou com outro menino de 14 anos e outro de 11 anos.

Juntos, os três foram até o Córrego Serrote, que deságua no Córrego Botas, e fica em áreas de fazendas no Jardim Montevidéu. Os amigos decidiram brincar perto de um córrego e por volta das 14 horas de ontem um deles empurrou o menino de 11 anos na água.

A criança conseguiu sair do córrego, mas Carlos Eduardo, que tinha pulado em seguida, foi levado pela correnteza e desapareceu.

Comentários

comentários