Médicos retomam atendimentos nesta terça-feira

Depois de seis dias de greve, o Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul (Sinmed-MS) aceitou, mesmo insatisfeito com alguns pontos da proposta feita pela prefeituraa, retomar os atendimentos nesta terça-feira (12). A decisão foi tomada decidiu durante assembleia realizada na noite de ontem (11),

A categoria entrou no chamado “estado de greve”, ou seja, se a prefeitura não cumprir o acordo, a paralisação será retomada. Uma nova assembleia foi marcada para quinta-feira, quando será decidido o fim da greve ou a volta da paralisação.

O presidente do sindicato, Valdir Shigueiro Siroma, diz que a categoria “foi sensível” ao apelo da população e por isso decidiu aceitar o retorno às atividades sob a condição de receberem os adicionais cortados pelo município, inclusive os retroativos.

Na próxima assembleia será decidido se haverá a continuidade da paralisação ou não, dependendo do cumprimento estabelecido pela prefeitura, que envolve publicação no Diário Oficial do Município, de Decretos e Resoluções restabelecendo as gratificações bem como a publicação de medida revogando as medidas anteriores que retiravam o direito aos plantões, retornando à situação anterior.

GREVE

Devido a greve, cerca de 600 atendimentos que eram realizados todos os dias nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) foram reduzidos em apenas 200, queda de 65%. Para manter os 30% de efetivo exigido por lei, os profissionais fizeram esquema de revezamento, ou seja, enquanto alguns trabalham, outros aguardam a vez.
A primeira paralisação ocorreu no atendimento nas unidades básicas de saúde, onde os atendimentos que estavam agendados, principalmente os da atenção básico, foram suspensos.

Comentários

comentários