Médico é ameaçado de morte por interno por não concordar com atendimento

Um médico de 50 anos procurou a polícia após ser ameaçado de morte ao atender um interno do presídio semiaberto de Dourados. O caso ocorreu na tarde de ontem (26).

sirene_12

De acordo com informações do site Dourados News, o interno Fábio de Jesus da Silva, 31 anos, que cumpre pena no local, começou a passar mal e alegou dificuldades para respirar com princípio de desmaio. O médico foi acionado e ao atender o interno constatou que o estado era estável e não apresentava o quadro clínico relatado pelo mesmo.

Diante do resultado, Fábio alegou que queria ser levado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para ser atendido, e novamente o médico disse não ser necessário, quando o rapaz começou a agressão verbal dizendo que iria mata-lo quando saísse unidade e começou a empurrar a vítima, que não ficou ferida.

Após o fato a vítima procurou a polícia para registrar ocorrência policial.

Comentários

comentários