Marquinhos lidera 1ª pesquisa Ibope, Rose é 2ª e Bernal está em 3º

IbopeA corrida eleitoral a prefeitura de Campo Grande tem uma certa definição para o primeiro turno, conforme a primeira pesquisa Ibope divulgada neste sábado (3). Os eleitores entrevistados apontaram quatro candidatos principais, entre os quinze que disputam o Paço Municipal. Marquinhos Trad (PSD), Rose Modesto (PSDB), Alcides Bernal (PP) e Alex do PT são os primeiros colocados. Porém, veja abaixo todos os números, se persistir o resultado, os concorrentes diretos são Trad e Rose, que no próximo dia 02 de outubro, serão os classificados para ir ao segundo turno. Contudo, os dados de hoje, tem certa diferença de outro levantamento divulgado no inicio da semana, pelo Instituto DataMax, que também coloca o social democrata em primeiro, mas com Bernal na disputa. Bem como a pesquisa do instituto local, registrou ainda grande número, um terço dos pesquisados, 33% que “não sabem” em quem votar. Hoje, o Ibope coloca que são 18% os que não sabem.

A pesquisa Ibope, aponta Trad registrando 31% e Rose 25% da escolha entre 602 campo-grandenses entrevistados pelo Ibope, nos últimos quatro dias. A sequência vem com Bernal, que ficou com 14%, dos que dizem votar no atual prefeito, candidato a reeleição, e, no petista Alex com 3% das intenções de voto a um mês do pleito eleitoral. A escolha do candidato na urna eletrônica ainda tem 30 dias, mas segundo o Instituto, os números podem virar para qualquer lado, pois há ainda 18% que não sabem ou mesmo já decidiram votar em branco ou nulo nesta eleição municipal.

Em avaliação direta dos números do Ibope, comparando a margem de erro que é de 4% para mais ou para menos, Rose está “colada” em Trad, bem como pela diferença de 11% entre ela e Bernal, o segundo turno deve ser entre a tucana e o social democrata. O que resta saber também, é que a candidata até pode chegar em primeiro lugar. E se o prefeito não deslanchará para sua reeleição, pois tanto o Ibope, como o DataMax, mostram que Bernal está com cerca de 14% das intenções do voto direto.

O levantamento do Ibope que ouviu 602 eleitores entre os dias 29 de agosto e 1º de setembro, foi registrado no TRE (Tribunal Regional Eleitoral de MS) sob o protocolo MS-07484/2016. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Veja todos os candidatos com seus seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Prefeitura de Campo Grande:

– Marquinhos Trad (PSD) – 31%
– Rose Modesto (PSDB) – 25%
– Alcides Bernal (PP) – 14%
– Alex do PT (PT) – 3%
– Coronel David (PSC) – 2%
– Rosana Santos (PSOL) – 2%
– Arce (PCO) – 1%
– Athayde Nery (PPS) – 1%
– Marcelo Bluma (PV) – 1%
– Pedrossian Filho (PMB) – 1%
– Suél Ferranti (PSTU) – 1%
– Aroldo Figueiró (PTN) e Lauro Davi (PROS) – não pontuaram
– Adalton Garcia (PRTB) e Elizeu Amarilha (PSDC) – não foram citados pelos entrevistados
– Branco/nulo – 13%
– Não sabe/ não respondeu – 5%

DataMax – 1º lugar é “não sei”

Segundo a mais recente pesquisa do Instituto DataMax, divulgada na última segunda-feira (29), um terço dos eleitores, quase 33% dos campo-grandenses, não fazem ideia de como irá votar em 02 de outubro. O percentual fica 5% a mais do suposto primeiro colocado, que é Marquinhos Trad, com 28,11%. Pelos nomes, Bernal e Rose vem em segundo, em empate técnico, com cerca de 14% cada. Da primeira pesquisa divulgada pelo Instituto, em 15 de julho, a situação não mudou muito quanto ao percentual de indecisos no topo. O que se mexeu um pouco foi o crescimento dos que dizem votar em candidatos novos ou os chamados ‘nanicos’.

A eleição na Capital tem 15 candidatos, mas na realidade os quatro primeiros, como também apontou o Ibope, é que despontam e estão ou ficarão no topo das colocações. Pelos números detalhados do DataMax, Trad aparece com 28,11% ante a Bernal, que ficou com 14,30% do eleitorado. A vice-governadora Rose Modesto apareceu com 13,18%. Contudo, o primeiro lugar, é dos que ainda não tem candidato, somando 32,84%. Deste total 17,79% não souberam ou não responderam qual nome existe ou iria possivelmente votar, e, 15,05% já apontaram e optaram por nenhum, branco ou nulo.

O deputado estadual Coronel Carlos Alberto David (PSC) passou para o 4º lugar com 3,23% e os demais concorrentes aparecem no ranking assim: em 5º lugar – Pedrossian Filho (PMB) com 1,99%. Alex do PT em sexto com 1,24%, que também assim divide a posição com Marcelo Bluma (PV) com o mesmo percentual de 1,24%.

Na sequencia vem o ‘conhecido’ e que já disputou diversas eleições, o ex-vereador e ex-secretario de Cultura, Athayde Nery (PPS) com 0,87%. Rosana Santos (PSOL) aparece com 0,75%; Aroldo Figueiró (PTN) com 0,62%, Suél Ferranti (PSTU) com 0,50%, Adalton Garcia (PRTB) 0,25%, Elizeu Amarilha (PSDC) com 0,25%, José Flávio Arce (PCO) 0,12% e Luiz Pedro Guimarães (PROS) com 0,12%.

Para a pesquisa do DataMax, foram ao todo entrevistados 804 moradores da Capital, tendo a margem de erro de 3,5 pontos para mais ou para menos. Eles foram ouvidos nas sete regiões de Campo Grande: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo, entre os dias 23 e 27 de agosto. A amostragem está no TRE-MS registrada em MS-00092/2016, com nível de confiança em 95%.

Rejeição

Pelo Ibope, ainda se perguntou aos eleitores em quem eles não votariam de jeito nenhum.
– Alcides Bernal (PP) – 35%
– Alex do PT (PT)- 31%
– Marquinhos Trad (PSD) – 18%
– Rose Modesto (PSDB) – 17%
– Suél (PSTU) – 11%
– Marcelo Bluma (PV) – 10%
– Athayde Nery (PPS) – 9%
– Arce (PCO) – 8%
– Pedro Pedrossian (PMB) – 8%
– Coronel David (PSC) – 7%
– Rosana Santos (PSOL) – 7%
– Adalton Garcia (PRTB) – 6%
– Aroldo Figueiró (PTN) – 6%
– Elizeu Amarilha (PSDC) – 6%
– Lauro Davi (PROS) – 5%
– 7% dos entrevistados disseram que poderiam votar em todos
– Não sabem ou não responderam – 10%

Comentários

comentários