Marfinense Tioté morre aos 30 anos após passar mal em treino

VEJA/JP

Meio-campista marfinense jogou de 2010 a 2017 no Newcastle United (Foto: Pete Norton/Getty Images)

O meio-campista marfinense Cheick Tioté morreu nesta segunda-feira, aos 30 anos, após passar mal durante treino do Beijing Enterprises, da China. O jogador que disputou as Copas do Mundo de 2010 e 2014 pela seleção da Costa do Marfim foi encaminhado a um hospital, mas não resistiu. A causa da morte ainda não foi divulgada.

O clube informou em uma rede social que Tioté teve uma “perda repentina de consciência” no treinamento e foi declarado morto uma hora depois, no hospital. Tioté iniciou sua carreira no Anderlecht, da Bélgica, e passou por Roda JC e Twente, da Holanda, antes de se destacar pelo Newcastle, da Inglaterra, clube que defendeu entre 2010 e 2017. Desde janeiro, ele atuava na segunda divisão da China.

Vários ex-companheiros prestaram homenagens ao jogador. “Que Allah lhe dê o paraíso, meu irmão Tioté”, escreveu Demba Ba.”Profundamente triste de saber sobre Cheick, um dos meus companheiros de time favoritos. Meus pensamentos estão com sua família”, escreveu o goleiro holandês Tim Krul. “Muito triste de saber sobre o falecimento de Tioté. Descanse em paz, amigo”, publicou o argentino Jonas Gutiérrez.

Comentários

comentários