Marçal reforça pré-candidatura tucana em Dourados em encontro com Reinaldo

O radialista Marçal Filho (PSDB) reafirmou ontem (16) a pré-candidatura única à prefeitura de Dourados – cidade localizada a 233 km de Campo Grande – após encontro com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Marçal conversou com Reinaldo nesta tarde (Foto: Chico Ribeiro )
Marçal conversou com Reinaldo nesta tarde (Foto: Chico Ribeiro )

“Sou pré-candidato a prefeito de Dourados”, disse entusiasmado Marçal Filho, que é uma das principais lideranças tucanas na região da Grande Dourados.

O anúncio sobre o apoio do governador à candidatura de Marçal joga um “balde de água fria” nas pretensões do deputado federal Geraldo Resende, pré-candidato do PMDB à sucessão do prefeito Murilo Zautih (PSB), que aguardava com grande expectativa uma manifestação favorável ao seu nome.

Para analistas, Marçal Filho foi responsável em alavancar a candidatura da então deputada federal Marisa Serrano (PSDB) ao governo de Mato Grosso do Sul nas eleições de 2002.

Com reduto eleitoral restrito a Campo Grande e pouco conhecida na região, a então deputada federal foi obrigada a convidar Marçal Filho para ser seu companheiro de palanque, estratégia que a levou para o segundo turno das eleições, à época, e por pouco não derrota o governador Zeca do PT, reeleito com pouco margem de votos de diferença.

Recém-filiado ao PSDB à convite do secretário Sérgio de Paula (Casa Civil), principal articulador político do governador Reinaldo Azambuja, Marçal deve enfrentar, além de Geraldo Resende, a vereadora Délia Razuk, que deve trocar o PMDB pelo PR, aproveitando a chamada janela partidária, cuja emenda deve ser promulgada nesta quinta-feira (18), pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

Comentários

comentários