Mara Caseiro transfere o título visando disputa pela prefeitura da Capital

A transferência de domicílio eleitoral foi feita no receptivo que o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) montou no saguão da Assembleia Legislativa

Mara muda de domicílio eleitoral (Foto: Divulgação )
Mara muda de domicílio eleitoral (Foto: Divulgação )

A deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB) aproveitou-se do último dia do prazo permitido para troca de domicílio eleitoral – 2 de outubro – para mudar seu título para Campo Grande. Ela reafirmou sua disposição em concorrer à prefeitura da Capital nas eleições do ano que vem.

A transferência de domicílio eleitoral foi feita no receptivo que o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) montou no saguão da Assembleia Legislativa para recadastrar todos os eleitores no sistema biométrico. Mara Caseiro passa agora a integrar a 497ª seção da 8ª Zona Eleitoral, localizada atualmente na escola Paulo Freire.

Ela ressaltou que sua pré-candidatura nasce de uma disposição de seu partido em ter lideranças disputando as prefeituras do maior número possível de municípios no País.

“Vários nomes fortes despontam como possíveis candidatos à prefeitura da Capital dentro da nossa sigla, nesse contexto meu nome foi colocado. Sou soldado do partido e estou à disposição para mais esse desafio, se assim o PTdoB e nosso grupo político entenderem”, explicou a deputada.

Em sua visão, o PTdoB, como qualquer outro partido compromissado com a população, tem a responsabilidade de promover o avanço democrático, de defender os princípios da probidade administrativa e zelar pelas boas práticas de governança pública.

“Foi esse aprendizado político que deixou marcas definitivas em minha formação. O mais importante deles talvez tenha sido a percepção da prevalência do coletivo sobre o individual”, destacou.

Mesmo com essa disposição, Mara Caseiro ressaltou que sua base continua sendo o município de Eldorado, onde foi vereadora, presidente da Câmara Municipal, e prefeita por dois mandatos consecutivos, assim como toda a região do Conesul e Sul-Fronteira.

Ao justificar a mudança, ela evocou o processo democrático brasileiro e a defesa dos interesses coletivos. Segundo ela, assim como Eldorado, Campo Grande, onde promove grandes debates por meio de audiências públicas na Assembleia Legislativa, sempre teve seu carinho e atenção especial.

“A democracia nos permite mudar. Foi nessa escola que aprendi que, num país como o nosso, é preciso estar sempre ao lado da população de um modo geral, ombro a ombro, no enfrentamento das dificuldades diárias da vida. Acho que quem escolhe a política passa o resto da vida a serviço dos interesses coletivos. Carrego essa responsabilidade, que me empenho em cumprir, de honrar esse compromisso”, afirmou a parlamentar.

A deputada alega que grande parte de seus compromissos políticos e legislativos é cumprida na Capital, embora viaje constantemente para o Conesul do estado.

“Grande parte das minhas atividades acontece em Campo Grande, onde exerço na Assembleia Legislativa o segundo mandato, embora dedique o meu trabalho a Eldorado e aos municípios da região sul do Estado, aos quais tenho um enorme carinho e jamais vou deixar de continuar atendendo”, garantiu.

Desde que foi eleita pela primeira vez, Mara Caseiro tem destinado recursos como parte de emendas parlamentares à execução de obras de infraestrutura e ações sociais à região sul do Estado.

INSTABILIDADE NA CAPITAL

Apesar de colocar seu nome à disposição do PTdoB para disputar a prefeitura de Campo Grande em 2016, Mara Caseiro destacou que a maior preocupação neste momento é com a situação de instabilidade da cidade, com trocas sucessivas de prefeito por decisão judicial.

“Sei que vou participar ativamente de grandes desafios em Campo Grande, como candidata ou não. Nunca me senti pressionada, mas convidada, algumas vezes convocada. Nossa maior preocupação neste momento é com o bom andamento dos projetos na Capital, com a saúde, a educação e a segurança pública”, enfatizou.

ASSESSORIA

Comentários

comentários