Manifesto de caminhoneiros enfraquece em MS

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) utilize a força, se for necessário, para liberar rodovias interditadas por caminhoneiros que protestam, desde ontem no país, contra o governo federal. No primeiro dia de manifesto foi registrado bloqueio em rodovias de 11 estados. Nesta terça-feira (10) caiu para oito.

Manifestação pacífica na bR 267, perímetro urbano de Jardim Foto: PRF
Manifestação pacífica na bR 267, perímetro urbano de Jardim
Foto: PRF

Em Mato Grosso do Sul, que na segunda registrou bloqueios em pelo menos três rodovias federais, região de Ponta Porã, Maracaju e Nova Andradina, hoje contou apenas com manifestos, todos pacíficos, sem uso de força policial.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi registrado hoje dois pontos de manifestação no Km 364 da BR 267, em Maracaju, bem como no km 479 da BR 267, em Jardim. Não havia fechamento de rodovia e os caminhões ficaram estacionados às margens da pista.

Os demais estados que registraram manifestações foram Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. ~

O grupo que participa do movimento se intitula como autônomo e independente de sindicatos. Eles são contra a gestão da presidente Dilma Rousseff, pedem o aumento do valor do frete, reclamam da alta de impostos e da elevação nos preços de combustíveis, entre várias outras questões.

Comentários

comentários