Mais de 100 prisões são efetuadas em São Paulo por crime eleitoral

Até o início da tarde de hoje, os casos de desrespeito à lei eleitoral em São Paulo, já prenderam 102 pessoas. Só em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, 51 pessoas foram detidas por fazer boca de urna.

Entre os detidos em todo o estado por infringir a lei fazendo propaganda eleitoral, estão seis candidatos a vereador. Guarulhos, a leste da Grande São Paulo, foi uma das cidades onde mais efetuaram prisões por boca de urna, somando 24 casos. Não muito distante dessa localidade, em Mairiporã, ao norte da Grande São Paulo, duas pessoas foram presas pelo mesmo motivo.

Uma urna eletrônica também foi destruída por um eleitor em uma escola municipal na região do Capão Redondo, zona sul de São Paulo. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), divulgou o boletim dizendo que o homem jogou o equipamento no chão e depois deu um chute, danificando a urna.

Com informações: Agência Brasil

 

Comentários

comentários