Lava Jato: com nível superior, André Esteves fica em Bangu

O diretor-executivo do banco BTG Pactual, André Esteves, está, desde a madrugada desta sexta-feira (27), no Complexo de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio. Ele chegou a ser levado ao Presídio Ary Franco, em Água Santa, zona norte do Rio, por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, mas ficou lá por pouco tempo. Como o banqueiro possui nível superior e o Ary Franco não possui cela com esta finalidade, ele foi levado, em seguida, para Bangu.

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil
Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que a Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, tem 138 presos e capacidade para 154. André Esteves está em uma cela individual, conforme o previsto na Lei de Execuções Penais (LEP).

Sobre as refeições de André Esteves, a Seap informa que o cardápio de almoço e jantar é composto por: arroz ou macarrão, feijão, farinha, carne (boi, peixe ou frango), legumes, salada, sobremesa e refresco. O café da manhã é composto por pão com manteiga e café com leite e o lanche, guaraná e pão com manteiga ou bolo.

Terra

Comentários

comentários