Kim Jong-un teria executado arquiteto por não gostar do projeto de aeroporto

Homem desapareceu na mesma época em que as obras ficaram suspensas por ‘insatisfação’ do líder norte-coreano

Coreia do Norte – Após a inauguração do aeroporto de Pyongyang, na Coreia do Norte, na última quinta-feira, surgiram suspeitas de que o líder do país, Kim Jong-un, tenha executado o arquiteto do projeto por não gostar do resultado. Na inauguração, Jong un apareceu ao lado de sua mulher em imagens divulgadas pela mídia estatal norte-coreana, e a ausência do arquiteto Ma Won Chun, que desapareceu no último ano, foi sentida.

Kim Jong-un e mulher em inauguração de aeroporto, na Coreia do Norte Foto:  Reuters
Kim Jong-un e mulher em inauguração de aeroporto, na Coreia do Norte Foto: Reuters

Ma Won Chun desapareceu na mesma época em que Jong un criticou seu projeto de design e as obras ficaram suspensas por “insatisfação” do líder.

Mais tarde, foi divulgado que o arquiteto havia sido executado por “práticas corruptas e recusa em obedecer ordens”.

“Defeitos foram encontrados na última fase de construção do Terminal 2 porque os designers falharam em seguir a ideia de beleza arquitetônica do partidode uma arquitetura que preserve a identidade nacional”, disse Kim Jong-un, segundo o “NKNews”. O líder quer que o aeroporto se torne um ícone e atraia turistas para o país.

O DIA

Comentários

comentários