Juiz manda anular eleição de mesa diretora de Câmara de Vereadores em MS

O juiz Guilherme Henrique Berto de Almada, da comarca de Sete Quedas, decidiu que a eleição para a mesa diretora da Câmara Municipal de Paranhos seja anulada. A medida cabe recurso do então presidente, Paulo Rufino (PSDB) e dos outros integrantes da mesma.

Câmara de Vereadores de Paranhos teve eleição da mesa diretora anulada - Foto: Divulgação
Câmara de Vereadores de Paranhos teve eleição da mesa diretora anulada – Foto: Divulgação

A decisão atende pedido dos vereadores Professor Guto (PT), e pelos suplentes, que na época do pedido exerciam mandatos na câmara, João Pinheiro (PR) e Nilson Vanderlei o Coruja (PMDB). A escolha dos membros foi realizada em junho de 2014 e começou a valer na volta aos trabalhos em 2015.

No entender dos legisladores, o processo eleitoral da mesa foi realizado com diversas irregularidades, ignorando o regimento interno daquela Casa no que se refere principalmente à publicação da eleição.

Uma nova eleição deve ser realizado no prazo de 20 dias a contar do final do recesso Legislativo.

A Câmara de Vereadores de Paranhos conta com nove vereadores.

Comentários

comentários