Jovem morreu afogada ao tentar tirar fotos do Rio Aquidauana

Da Redação/JN

O corpo de Nayara Alves de Lima, 19 anos, será levado para Campo Grande depois que for liberado pelo Instituto Médico Legal, em Aquidauana. Ela se afogou no sábado (12), no Rio Aquidauana. As testemunhas contaram que a vítima tentava tirar fotos no momento em que caiu na água. A equipe de busca do Corpo de Bombeiros era composta pelo Sargento Ávalo, Cabo Louveira e o Sub Da Costa.

Militares usaram jet ski durante as buscas – Foto: Luiz Guido/O Pantaneiro

Segundo o site O Pantaneiro, Nayara estava acompanhada da mãe e de duas irmãs no momento do afogamento. A vítima foi encontrada na margem esquerda do Rio, em Anastácio. A família mora em Campo Grande e estava passeando durante o fim de semana na região. A mãe e as irmãs de Nayara foram salvas pelo pai e o caseiro do local.

Depois de escorregar, em poucos segundos, a vítima já havia sido arrastada pela correnteza. A mãe de Nayara entrou na água para tentar salvar a jovem, não conseguiu e foi seguida pelas outras duas filhas, uma delas está grávida. As três se afogaram na tentativa de salvar Nayara.

O local onde a jovem escorregou serve como entrada para os barcos, o que faz com que o nível de profundidade mude muito rápido, tendo entre três e cinco metros. Com a força da água, Nayara percorreu uma distância de até 5 km e o corpo ficou enroscado em uma galhada. A mãe da jovem, Guiomar, 38 anos, foi salva pelo marido, a cerca de 300 metros da plataforma onde estava com as filhas, no momento em que tiravam as fotos.

Comentários

comentários