Jornada Mundial da Juventude leva o Papa à Polônia

O papa Francisco faz hoje a 15ª viagem internacional de seu pontificado, que o levará à Polônia para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Cracóvia.

Convocado pelo próprio Jorge Bergoglio, o evento coincide com o Jubileu Extraordinário da Misericórdia e está cercado de preocupações na área de segurança, principalmente após os atentados recentes na Europa. Ainda assim, Francisco deve se deslocar apenas em carro aberto e dispensar veículos blindados.

Papa Francisco elogiou os casais que estão há meio século juntos - Foto: Instagram
Papa Francisco elogiou os casais que estão há meio século juntos – Foto: Instagram

A chegada à Cracóvia, no aeroporto internacional João Paulo II, está prevista para às 11h (horário de Brasília). Ao meio-dia, ele se encontrará com autoridades, diplomatas e membros da sociedade civil e fará um discurso. Logo em seguida, terá uma reunião privada com o presidente da Polônia, Andrzej Duda. Às 13h30, na Catedral de Cracóvia, será recebido a portas fechadas por bispos poloneses.

Durante a noite, deve saudar fiéis da janela da arquidiocese de Cracóvia. Além de sua participação na Jornada Mundial da Juventude (JMJ), Francisco aproveitará a ida à terra natal de João Paulo II para visitar o campo de concentração de Auschwitz e celebrar uma missa pelo 1050º aniversário do país.

A JMJ será encerrada dia 31 e deve reunir milhares de pessoas. Ao todo, mais de 38 mil agentes das forças de segurança foram destacados para proteger o evento.

Agência Brasil

Comentários

comentários