João Rocha diz que ‘factoides’ não abalam relação da Câmara com Bernal

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), declarou que não dará mais “atenção à factoides que visam a abalar a harmonia que a direção da Casa busca estabelecer no relacionamento com a prefeitura de Campo Grande, objetivo manifestado tanto pelos vereadores quando pelo prefeito Alcides Bernal (PP), na abertura dos trabalhos legislativos realizada na manhã desta quarta-feira (03).

4roc

A declaração referiu-se a publicação de informações sobre uma suposta reunião do presidente da Casa com o empreiteiro João Amorim, pivô de investigações do Ministério Público Estadual (MPE) sobre supostos esquemas de corrupção envolvendo diversos políticos da Capital e de todo o estado.

“Acredito que esse tipo de factóide, que visou me atingir é de interesse apenas a quem não quer essa harmonia entre o Legislativo e o Executivo. Não acredito também em quem tenta atribuir a autoria desses factóides ao prefeito. É muito fácil acusar o prefeito. Acho que isso é obra daqueles que torcem pelo ‘quanto pior, melhor’ e eu não vou entrar nesse jogo. Também não vou buscar à Justiça, mas não comentarei mais esses assuntos

Silvio Ferreira

Comentários

comentários