JEMS Individuais – Medalhistas nacionais garantem vaga novamente

Foto Divulgação
Foto Divulgação

O fim de semana na Capital foi de Jogos Escolares. Centenas de atletas participaram dos JEMS de atletismo, ciclismo, ginástica rítmica, judô, natação, tênis de mesa e xadrez. Veteranos na competição, campeões de 2015 voltaram à disputa com a meta de poder representar Mato Grosso do Sul, novamente, nos Jogos Escolares da Juventude, etapa 12 a 14 anos.

Bruna Vieira de Jesus é uma das mais vitoriosas e satisfeitas atletas dos JEMS. A estudante de Campo Grande ganhou o bi no lançamento de dardo e levou ouro no lançamento de disco.  Na prova do disco com a marca de 30,13m, superou o índice em mais de cinco metros. No dardo, quebrou o recorde da prova ao bater os 39m. No ano passado, com marca de 42,23m, ficou com a prata na etapa nacional.

Além das medalhas nos individuais, Bruna conquistou a dourada também no handebol. A equipe do Colégio Licurgo de Campo Grande quebrou o tabu de não vencer Dourados e garantiu o título, após a prata de 2015.

“Eu estou muito feliz. Vou passar as duas semanas, em João Pessoa, representando o Estado. O dardo eu fiz com certeza de ganhar, mas o disco eu não esperava porque faz pouco tempo que eu treino. Mas meu técnico falou: você tem força no braço. Daí fui lá e mandei ver. Agora é treinar bastante porque a meta é ser ouro no nacional para ir novamente para o Sulamericano. No handebol também estou muito feliz porque o ano passado foi quase, mas este ano a gente conseguiu. Esperamos trazer essa medalha também”, contou Bruna.

Na natação, dois medalhistas estão de volta à delegação de Mato Grosso do Sul: Caio França e Luis Henrique Ferreira.

Caio foi ouro, neste domingo (5), em sua melhor prova, os 200m livres e terá nova chance de pódio. No ano passado, em seus primeiros Jogos Escolares da Juventude, o garoto ficou em quarto lugar. A medalha de bronze foi conquistada nos 400m livres, prova que ele deve voltar a disputar para se manter entre os três primeiros do país. “A expectativa é muito boa. Espero trazer mais medalhas. Este é o meu melhor ano. O ano passado eu competi com atletas mais velhos, mais experientes. Agora estou mais preparado e vou ter um desempenho melhor”, analisou o nadador de Campo Grande que integrou a seleção brasileira escolar e conquistou as medalhas de bronze nos 100m livres e de ouro no revezamento 4x50m livres.

Luis Henrique Ferreira também está melhor que em 2015. Mais alto e com as costas mais largas, já ostenta o biotipo de nadador. Especialista no nado de peito, não teve dificuldades de atingir o índice dos 50m e conquistar o ouro. A medalha garante o direito do nadador de Campo Grande voltar aos jogos nacionais para buscar a sonhada medalha dourada. No ano passado, Luis Henrique, mesmo com envergadura menor e mais novo que os adversários, conseguiu ficar com a prata ao marcar o tempo de 32“. “Estou treinando bastante para baixar meu tempo. Quero disputar os jogos nacionais, ganhar o ouro, ir para o Sul-Americano e ganhar medalha lá também”, disse Luis que em 2015 foi prata no revezamento medley 4x50m, no Sul-americano.

No judô, Guilherme Luis de Souza Silva, de Água Clara, conquistou o bicampeonato e terá nova chance de brigar pelo ouro. No ano passado, em Fortaleza, nos Jogos Escolares da Juventude, o judoca ficou com a prata, em luta polêmica, perdendo por uma punição, após ter tido um yuko retirado pela arbitragem. A intenção do garoto é voltar aos jogos e subir no lugar mais alto do pódio.

A modalidade é o ponto forte de Mato Grosso do Sul nos Jogos Escolares da Juventude. Em 2015, das 11 medalhas conquistadas pelo Estado, seis vieram do judô: um ouro e cinco pratas.

Os resultados oficiais da etapa de modalidades individuais dos Jogos Escolares de Mato Grosso do Sul serão divulgados pela Fundesporte nesta segunda-feira.

Comentários

comentários