A JBS deu férias coletivas de trinta dias para funcionários da unidade de Ponta Porã, no sul de Mato Grosso do Sul. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do frigorífico nesta terça-feira (6).

Unidade da JBS em Ponta Porã teve vazamento de amônia no fim do mês de maio (Foto: Carlos da Cruz/ TV Morena)

A indústria garantiu que, após o fim do prazo de trinta dias, a unidade de Ponta Porã voltará a operar normalmente.

O site Valor Econômico informou nesta terça-feira (06) que as unidades reduziram em 65% o número de abates.

O fechamento temporário do frigorifico em Mato Grosso do Sul pode estar relacionado a isso. No entanto, a empresa nega os fatos e sustenta, através de uma nota oficial, que as férias coletivas já estava no planejamento prévio para ajustes operacionais na planta e garante que as atividades serão retomadas normalmente após esse período. As férias começaram na segunda-feira (05).

Ainda segundo as informações, o frigorifico de Ponta Porã é voltado para o abate, processamento e industrialização de carne bovina. Recentemente, a unidade foi multada em R$ 100 mil pela Polícia Militar Ambiental devido a um vazamento de amônia que feriu 27 funcionários.

Confira, na íntegra, a nota da JBS:

“A JBS informa que os colaboradores da unidade de Ponta Porã/MS entraram em férias coletivas de 30 dias na segunda-feira (5). A medida está em linha com planejamento prévio da companhia para a realização de ajustes operacionais na planta. Após esse período as atividades serão retomadas normalmente”.

Comentários

comentários