Integrantes da máfia italiana detidos por mainipulação de jogos da Série B

Vários integrantes de um grupo da Camorra, a máfia napolitana, foram detidos nesta segunda-feira em uma investigação sobre apostas e partidas manipuladas na segunda divisão do futebol italiano, informou a imprensa.

Armando Izzo, zagueiro do Genoa, que estava no grupo de 30 jogadores convocados pelo técnico Antonio Conte para uma primeira fase de treinos visando a EuroCopa, foi acusado, mas sem ser detido, por causas não reveladas.

Dos 10 detidos, sete estão na prisão e três em prisão domiciliar.

A investigação teria permitido descobrir duas partidas da Série B da temporada 2013-2014 com resultados que podem ter sido combinados com os mafiosos.

Segundo o site do jornal Gazzetta dello Sport, as duas partidas seriam Modena-Avellino, em 17 de março de 2014, e Avellino-Reggina, em 25 de maio do mesmo ano.

Na primeira partida, os integrantes do grupo mafioso teriam feito um pagamento a um jogador do Avellino, Francesco Millesi, por meio do ex-jogador Luca Pini.

Millesi, que atualmente joga em um time da quarta divisão, teria utilizado o dinheiro para corromper outros jogadores do Avellino.

O grupo teria apostado 400.000 euros na partida, com lucro de 60.000 euros.

No segundo jogo, a máfia teria obtido lucro de 110.000 euros com uma aposta de EUR 400.000.(IstoÉ)

Comentários

comentários